Pedagogia/UFRGS/Aprendizagens

segunda-feira, outubro 05, 2009

Centro de Interesses





Imagem e trechos retirados de:http://www.pead.faced.ufrgs.br/sites/publico/eixo7/didatica
/unidade2/propostas_de_trabalho_integrado/unidade2_3.html

Ovide Decroly e os Centros de Interesse
De acordo com Bassan (1978, p. 17), “os centros de interesses, são um processo de ensino que consiste em agrupar à volta dum mesmo assunto que interessa à criança um conjunto de noções a aprender, de mecanismos a montar, de hábitos a adquirir, condição do perfeito desenvolvimento do ser no meio em que vive e ao qual ele se adapta. A técnica dos Centros de Interesse – ao mesmo tempo livre e orientada pelo educador, principalmente aplicada a aquisição de conhecimentos, serve também para a educação psicológica, ao despertar do sentido social e à formação moral”.
Decrloy e seus colaboradores sistematizaram algumas necessidades primordiais das crianças. No esquema acima, você pode observar quatro elementos.

A teoria deve vir a acrescentar na prática do professor. Ela não sobreviveria em si mesma, pois em educação o refazer diário é uma constante para que haja aprendizado.
Dentro deste processo a cooperação e a autonomia fazem as oportunidades para professor e alunos aprenderem a produzir e não somente reproduzir.
Os centros de interesse quebram o protocolo, pois,
"Segundo Amato, Centros de
Interesse são agrupamentos de
conteúdos e atividades educativas
realizadas em torno de temas
centrais de grande significação
para a criança."

Os temas a serem trabalhados surgem da vida social, do lar, das problematizações etc, oportunizando aprendizagens em mais de uma área.
O aprendizado dá-se pela investigação, desestabilização, através das quais a criança constrói seu conceito mediante muitas intervenções(de colegas, , investigações grupais e individuais) capacitando-a para resolução de problemas diários.


Características do centro de interesses

  • Satisfazem interesses do educando, oportunizando-lhe situações de melhor integração ao seu meio.
  • Estão relacionados a fatos de seu cotidiano.
  • Criam situações para construções de aprendizagens básicas.
  • Mobilizam para a realização de experiências concretas.
  • Respeitam ritmo e possibilidades individuais, com propostas diferenciadas e específicas.
  • Promovem a afetividade na escola.
  • Despertam a curiosidade no aluno, estimulando descoberta, criatividade, participação e iniciativa.
  • Facilitam o aluno na compreensão da importância de seu desempenho, perante a escola, família e sociedade.
  • Promovem o despertar para o sentimento de respeito ao outro, à natureza com seus recursos e ao trabalho.

O trabalho do professor em centro de interesse, preserva seus espaços e tempos para estabeler os interesses de seus alunos, produzir materiais e propostas integradas, organizando tarefas específicas, além de avaliá-los integral e continuamente.

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Início